Templates da Lua

Histórico

+ veja mais

Votação

Dê uma nota para meu blog

Outros Sites

XML/RSS Feed
O que é isto?

Leia este blog no seu celular

Visitante Número

Créditos

Templates da Lua

27/06/2008

Tudo em mim é tão intenso...

A forma como vejo a vida, como vivo a vida.

A forma como me apaixono, como eu amo.

Como eu sonho e busco o que sonho.

Que me dedico aos amigos e dependo deles.

As maneiras que procuro para satisfazer as pessoas que estão ao meu lado.

Que mudo de humor e de personalidade diante dos confrontos vividos.

Que busco a perfeição naquilo que faço.

Naquilo que escrevo e como escolho as palavras.

 

Queria um dia poder ser mais livre de mim mesmo, poder viver a vida de maneira mais tranqüila e liberta de preceitos e preconceitos.

Poder relaxar quando tudo esta certo.

Caminhar sem pensar em nada e apenas sentir os pés no chão.

De não me preocupar se esse ou aquele é a pessoa certa.

Ter a certeza de que a pessoa certa vai chegar.

Enfim, poder viver mais em paz com meu próprio ser.

 


Escrito por Pedro Ivo às 04h17
[ ] [ ]

23/06/2008

Meninos e meninas...

Meninos e meninas, tão parecidos e tão diferentes.

Meninos nascem e crescem sob um jugo de masculinidade pesado, devem crescer reproduzir e morre sendo o macho alfa da casa, da rua, do bairro, da cidade nem que para isso deva travar disputas e mais disputas para conseguir o respeito que merecem. Eles crescem e o jugo da sociedade torna-se mais pesado, não pode demonstrar espécie alguma de sentimento humano dentro de si, deve casar dar gerações ao mundo, deve educá-los, sustentá-los assim como a casa e a mulher (por mais que saibamos que isso nem sempre é verdade). E para possuir cada vez mais respeito dos amigos ou não, possuem em muitas mais que uma família, mas não se preocupe! Você no máximo por ser homem, será taxado de garanhão, pegador, gostosão e por ai vai. Homens, nunca envelhecem, são que nem vinho, quanto mais velho melhor (não concordo plenamente com isso), são cada dia mais charmosos. Uma vida de sucesso e realezas.

Meninas, nunca são criadas para ser a cabeça do bando, por mais que isso seja a realidade me vários lugares. Por mais que sejam criadas em lares liberais, evoluídos e cabeças abertas, elas sempre serão na realidade, criadas para serem boas esposas, amantes fieis, mães dedicadas e boas administradoras ou donas de casas. Mulheres são massacradas diariamente por uma sociedade cruel como a nossa, não importando o cargo que elas assumam perante o mundo. De donas de casas a mulheres do poder, não importa a sua posição o julgo é sempre o mesmo, não traia se não será chamada de puta (no mínimo), saibam se fingir de morta perante uma traição mostre seus sentimentos, mas não os executem! Ser mulher é cruel, até mesmo perante o tempo! Podem ser as donas do dom divino da geração de vidas, mais quando mais velhas estão acabadas, desvalorizadas, humilhadas e muitas vezes trocadas por outras mais novas que um dia passaram pelo mesmo processo. Uma vida de lutas diárias, onde você sempre será uma vencedora (mesmo que não saibam reconhecer isso).

Meninos brincam de bola e meninas de bonecas, às vezes os papéis se invertem. Mais isso, isso fica para outra história.

“Não me julgue pelo ato dos mesmos que o meu. Todos são humanos formados pelo mesmo sistema, mais cada um é uma individual produção divina que respira e anda." 

 


Escrito por Pedro Ivo às 00h25
[ ] [ ]